Está cansado de ouvir seus vizinhos?

Na SENOR oferecemos soluções práticas para isolar a sua casa

A nossa casa deve ser o nosso refúgio, o nosso lugar de descanso e paz. Infelizmente, muitos de nós sofremos de problemas de ruído dentro da sua casa. Passos, música, conversas, arrastar móveis, animais de estimação… estes são apenas alguns dos ruídos que podem estragar a nossa tranquilidade e repouso. 

Talvez seja hora de fazer um isolamento sonoro para que o silêncio reine novamente em nossa casa. Para isso, temos de realizar um tratamento acústico nas paredes e no teto e até no chão. Os sistemas de paredes secas são os mais eficazes e utilizados na insonorização.

Tendo em conta que os ruídos que percebemos diferem em dois tipos: RUÍDOS AÉREOS (transmitidos pelo ar) e RUÍDOS DE IMPACTO (transmitidos pela vibração da estrutura), temos de fazer com que um sistema que continue a atenuar os dois tipos de ruído para que seja realmente eficaz. É por isso que é necessário utilizar amortecedores acústicos (sistemas anti-vibração).

Existem diferentes sistemas que podemos realizar, mas em todos eles temos de ter em conta os princípios de isolamento sonoro: massa (fornecida por as placas de gesso e folhas betuminosas), aperto (fornecido por bandas acústicas), elasticidade (fornecida por amores tiguadores), rigidez (fornecida pela estrutura metálica), absorção acústica (fornecida por lã de rocha,  lã mi-neral, fibras de poliéster, etc.). Todos estes fatores funcionam como fatores de condicionamento para que possamos obter os melhores resultados acústicos, por isso todos eles são necessários e essenciais.

Outro fator que afeta o isolamento é o espaço que empossamos, sabendo que, regra geral, quanto maior o espaço, maior o isolamento. Infelizmente, em muitas ocasiões não temos espaço suficiente para fazer prateleiras autossuficientes de canais e colunas, ou a altura dos nossos tetos é muito baixa. Nestes casos temos que fazer azulejos e tetos acústicos diretos para aproveitar o espaço ao máximo. 

SENOR desenvolveu dois amortecedores para resolver estes problemas de espaço: FTD OMEGA (sistemas com perfil ómega) e FTD NIVEL (sistemas niveláveis com perfil de 47 mm), ambos conseguem resultados acústicos ideais utilizando apenas 6-7 cm. Ambos os amortecedores podem ser utilizados tanto no pavimento como no teto.

Este sistema foi testado no Laboratório Tecnalia, uma referência na Europa, e ofereceu uma melhoria acústica de 12 dB, atingindo 60,2 dB de isolamento. (Amostra de teste: estrutura metálica + amortecedores acústicos + banda acústica tipo SE-BEC + material absorvente + banda bilayer tipo SE-MONT-BICAPA + gesso cartonado de 15 mm + folha betuminosa + gesso cartonado de 12,5 mm).

Por outro lado, SENOR desenvolveu também um amortecedor, o FTD RASTREL, para pisos acústicos leves com ripas de madeira, ideais para um isolamento eficaz para aqueles viendas em que não pode ser feito um piso acústico pesado de betão. Este amortecedor permite-nos fazer pisos acústicos com tábuas de madeira, obtendo resultados acústicos muito bons.

Por conseguinte, os sistemas acima referidos são recomendados para residências pequenas, lojas, estabelecimentos hoteleiros, etc. É a melhor opção para fazer um isolamento acústico num piso, uma vez que requer muito pouco espaço e são obtidos resultados muito bons, tanto no ruído do ar como no estrutural (impacto).

¿Hablamos?